AO MEUS FILHOS

Charles Araújo

AO MEUS FILHOS

 

Queridos Ricardo e Rodrigo,

 

Inocentes crianças, brilho de um olhar profundo, puros sentimentos envoltos em sonhos de dias melhores no futuro. Como sou feliz por ter vocês! Ricardo, um nato observador, atitudes moderadas, justo e pacificado, mas também, às vezes, explosivo. Rodrigo, enérgico, curioso e aventureiro, com um senso crítico fora do comum, desafiando sempre as normas com sua curiosidade, irreverência e audácia, mas com um coração doce e meigo. Ricardo é justo e não quebra regras; Rodrigo é a cara do deboche. Personalidades diferentes, mas no fundo, ambos carregam a inocência de uma criança que sonha, embalando a esperança de que a vida é uma roda gigante.

 

Vocês ainda são novos para entender que nem tudo é um parque de diversões. Mas, com tudo, sou grato às coisas boas da vida e a Deus por vocês existirem. Papai é um peixe, vocês um aquário. Vocês conseguem viver sem mim, mas eu nunca vou me acostumar a estar longe de vocês. Eu vejo em vocês a promessa de que meus esforços por um mundo melhor não são um sonho, mas uma realidade tangível. Em seus sorrisos, encontro a força para continuar.

 

Lembrem-se que a vida lhes dará as rosas, mas também os espinhos, e que sempre possam lembrar que os desafios são oportunidades para crescerem, evoluírem e se transformarem. O mundo por vezes pode ser cruel, mas dentro de vocês, por mais que tenham personalidades diferentes, reside uma força incomensurável, talvez além da capacidade que vocês possam entender hoje, mas um dia, ao olhar para trás, vocês entenderão como essa força lhes dará a capacidade de superar as adversidades da vida.

 

Mas, acima de tudo, lembrem-se de que, com todo conhecimento e toda capacidade mortal, existe uma força maior que desde cedo o pai vos ensinou a conhecer por Deus. Então, por tudo, sejam sempre gratos a essa força sobrenatural que está além do mundo físico. Vocês são meu orgulho e minha maior razão de existência como mortal, minha plena convicção da essência do amor humano. Cada momento com vocês é um presente, e mesmo quando a vida parecer difícil, tenham confiança de que, após mares bravios, sempre reina a bonança.

 

Mesmo longe fisicamente, não há um dia da minha vida em que eu não agradeça por vocês existirem. Saibam que sempre estarei com vocês, perto ou distante, amando e protegendo. Meus queridos Ricardo e Rodrigo, lembrem-se de que a vida é uma jornada repleta de altos e baixos. Em cada desafio, vejam uma oportunidade de crescer. Em cada vitória, celebrem com humildade.

 

Mantenham a bondade, a coragem e a lealdade em seus corações. Respeitem a individualidade e as opiniões dos outros, nunca julguem ninguém sem dar o benefício da dúvida, e sejam sempre gentis e galantes com as damas, tratando-as com o respeito que merecem. Nunca neguem o que comer e o que beber a ninguém.

 

Vivam a vida sem julgamentos e ponderem suas decisões. Desenvolvam valores altruístas, cultivem a empatia e a fé, e que a verdadeira essência do amor, que é o perdão, esteja sempre em seus corações. Respeitem e honrem a mãe de vocês, tratando-a com carinho e devoção, pois vocês saíram do ventre dela e essa ligação nada no mundo pode desfazer. O pai pode lhes amar e dar bons conselhos, mas a mãe de vocês, além de tudo isso, foi quem lhes deu o direito de vir ao mundo.

 

Vocês são a minha maior realização, o meu legado, e a prova viva do que o amor pode criar, transformar e regenerar. Procurem sempre buscar as melhores virtudes dentro de vossas convicções, mas as busquem de maneira que os façam sentir bem. Lembrem-se de que a caridade fraternal e o perdão elevam o homem, transcendendo-o além do entendimento humano, princípios éticos, morais, sociais e filosóficos.

 

Com todos os mais puros sentimentos de meu coração,

 

Vosso querido pai.

  • Autor: C.araujo (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 9 de julho de 2024 22:15
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 7
Comentários +

Comentários2

  • Melancolia...

    Bravo meu amigo...

  • Shmuel

    Perfeito! Um belo legado pautado na moral, empatia e respeito!

    Abraços!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.