SANTO VANDINHO

"FEDOR" (Humor - rsrsrsrsr)


"Cheiro de...
Pum, Cocô e Cigarro (etc)
Só quem suporta...
É o praticante da Ação"


Embora disfarce, olhe os lados
Não tem jeito, sinta...
Ficarão calados, são educados!
Foi você, não minta.


Essa Dimensão é fedorenta
(Tem um Fedor de Carniça)
Parece que é Infinitamente!
Ainda dizem que cheiro de Homem...
É fedor de Bode, (isso pode)?


Tem gente que não se sente!
Ainda que morda posta nos dentes
Ou de suas entranhas saia tamanho odor
Ainda sim, ele desconversa e mente,
Diz que não sente seu próprio cocô!


Não gostamos de sentir nos outros...
O nosso mau cheiro por favor!
Até que veio a Invenção dos perfumes...
Para melhorar o nosso Fedor!
Até Deus fede...
Por isso a sua Discípula o Perfumou!


Nhaca e pura brota dos sovacos,
Mas não se enganem, há quem goste!
Espero que você, não tenha a sorte
De amar alguém que exala tabaco
E beija, na tua boca o sopro da morte!

Comentários3

  • SANTO VANDINHO

    Ficou muito engraçado mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Meno Maia Jr.

    Valeu Poeta do humor. Tu és espirituoso no nome e na alegria. Obrigado pela parceria. Embora eu tenha pecado na terceira estrofe, quando quis escrever bosta e olha o que saiu, pior quis consertar, mas os deuses do humor não deixaram. Então ficou posta, que fazer? rir kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Hébron

    Muito hilário!
    Não poderia dizer que esse poema cheire bem, talvez não seja bom para inspiração, mas ficou muito engraçado!
    Parabéns aos autores



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.