Ruan Vieira

Você para, mas o tempo não para

Enquanto o tempo passa

A vida também passa

E nos leva para um futuro, talvez existente.

Enquanto isso, você fica parado

Com a boca aberta, sentado

Sem viver o presente.

E enquanto você se afunda 

No abismo de sua própria consciência

O tempo voa e leva consigo

Um pouco da sua existência.

Amores passam, dias, oportunidades, sonhos,

Momentos que se vão.

Aproveite o seu tempo agora

Porque as lembranças boas são as que ficarão

Na memória, na história

Na mente e até no coração,

Sentimento está ligado na razão.

Mas o que você tem feito de seus dias?

Não percebeu que, enquanto você abre a porta para a tristeza,

Lá se vai embora, a sua alegria?

Epifania, despertar

Sai dessa ilusão

Acorde para ver o sol brilhar

Viva para ser feliz e não viva em vão. 

  • Autor: Ruan Vieira (Offline Offline)
  • Publicado: 16 de Fevereiro de 2024 10:50
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações: 8
  • Usuário favorito deste poema: Melancolia....

Comentários1

  • Melancolia...

    Pura verdade..

    Aproveitar cada segundo...São únicos...

    Abraços.

    • Ruan Vieira

      Sempre importante!

      Saudações poéticas.



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.