Poeta Malume do Brasil

Ao teu lado


Aviso de ausência de Poeta Malume do Brasil
NO

Ao teu lado

Soneto clássico (decassílabo) heroico – com tônicas nas 6ª e 10ª décimas sílabas.

N°003.060 - (Manoel Lúcio de Medeiros) - Poeta Malume do Brasil

Fortaleza –Ceará – Brasil – 10/02/2024 – 22h.00min.

Ao teu lado meu amor eu seguirei,

não importa as provas que surgem na vida,

ao teu lado aprendi vencer querida,

descobri, das batalhas sou teu rei!

 

Sei que a estrada do amor é sempre longa,

que os espinhos surgem no desafiar,

mas, quem ama, tudo pode superar,

e o amor quando é forte se prolonga!

 

Não temo das agruras, o perigo,

 pois, eu sei amor que tu estas comigo,

e unidos sempre vamos suportar.

 

Sei que Deus nunca vai negar abrigo,

 pois quem ama vence todo inimigo,

              e a vitória sabe sempre conquistar.

(`'•.¸(`'•.¸ .•'´)¸.•'´)
«´¨`•.¸¸.* Poeta Malume *.¸¸.•´¨`»
(¸.•'´(¸.•'´ do Brasil. `'•.¸)`'•.¸)

Esquema das Rimas- ABBA- CDDC – EED – EED

Literatura Clássica Brasileira

Direitos autorais reservados.

  • Autor: Poeta Malume do Brasil (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 11 de Fevereiro de 2024 00:14
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 9

Comentários1

  • Shmuel

    Interessante construção poética!
    Parabéns poeta!
    Excelente dia...



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.