Bela flor

REPENTINA PAIXÃO




Estando eu só
não imaginaria
que algo tão inesperado
me aconteceria
que chegaria o dia
em que te conheceria
e não mais estaria só
que meu coração pulsaria
a alegria me consumiria
meus olhos brilhariam
e que serias meu bem maior
o fogo no peito ardia
calor eu sentia
desejos e euforia
escorria no corpo o suor
não estando mais só
você me correspondeu
seu amor passou a ser eu
e o coração mais forte bateu
em meio às correrias
que existem em nossos dias
não deixamos a companhia
nem a distância interferir
Encontramos novos métodos
estando longe ou perto
prometemos de certo
juntinhos prosseguir
desejo seu corpo presente
beijos e abraços quero te dar
me deleitar em seus braços calorosos
inteiramente em ti quero ficar
meu amor, minha paixão
não deixo de acreditar
que nossa utópica união
um dia vai se concretizar
penso em você todos os dias
meu amor, Melancolia
minha paixão repentina
do dormir ao acordar!


Eu, por si só
Vagando em dias a fora
Nunca tive a sensação
Do que me vinha acontecer agora.
Uma linda mulher
Que me apareceu num momento qualquer
Iria me fazer tamanha companhia
Só sua presença
Já me trouxe alegria
Algo que eu nunca sentia
E está aflorando agora
Toques suaves e densos,
Vontades a flor da pele, ardor,
Cada movimento transcendente
Me levariam a ter mais fervor.
Não mais sendo eu sozinho
Você se transportou ao meu caminho
E todo o meu amor que guardei
Passou a ser seu, eu te entreguei.
E de tantas coisas que fazíamos
Cada um em seu momento particular,
Sempre encontramos um tempo
Para juntos nos saborear.
Sendo assim, com todas as formas de pensar
Você daí e eu acolá,
Dedinhos anelados sempre
E juntos passeamos ao luar.
Na ânsia e no desejo possuído
Bem quero teu corpo aqui comigo
E nós dois em um elo desnudo e lindo,
Desejos nos encalços a se entregar
Meu bem-querer, meu amor,
Sempre irei de te esperar,
Que essa nossa junção,
O destino no unirá.
Ao me deitar, e ao me levantar
Desejos e vontade eu sinto onde for
Minha paixão repentina
A minha mais bela e desejada flor!

  • Autores: Bela flor poesia (Pseudónimo, Melancolia...
  • Visível: Todos os versos
  • Finalizado: 31 de Janeiro de 2024 14:59
  • Limite: 2 estrofes
  • Convidados: Melancolia....
  • Comentário do autor sobre o poema: Nosso primeiro Dueto de amor! As mais puras e sinceras expressões da Paixão
  • Categoria: Amor
  • Visualizações: 13
  • Usuários favoritos deste poema: Melancolia..., Bela flor.

Comentários1

  • Melancolia...

    Minha amada e bela flor, que linda história contada por dois corações apaixonados.

    Ficaram uma bela performance, cenário e música destinada a nós dois.

    Meu coração mui feliz por tudo isso que propusestes e que retribuí em uma das melhores fases do meu coração, " A Paixão"

    Beijos e seguiremos com dedinhos selados e paixões alados.....S2

    • Bela flor

      Graciosos és tú meu amado! Sinto-me lisonjeada com o cenário ao qual estamos inseridos. É muito bom poder expressar o que sentimos com toda sinceridade e poder transformar e registrar tudo isso em poesia me alegra bastante!

      Meu amor, meu bem-querer,
      Amo você

      • Melancolia...

        Lindamente somos nós nesse cenário de amor incondicional.

        Amo-te...Minha amada, minha bem querida...



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.