AugustoCosta

Eu sou uma estrada


sou uma flor dentro de um livro;
Eu sou um guarda-chuva na rua;
Eu sou um balanço no meio do oceano;
Eu sou uma estrada...


Os buracos no caminho
Contam a história
Do espaço vazio
De quem foi embora


Eu sou o que sou
Fui quem seria
Serei quem for
Eu sou o mar, o céu, o sol
Eu sou só, só eu e eu

  • Autores: AugustoCosta, Cabralis, Evando Souza Argôlo Júnior
  • Visível: Todos os versos
  • Finalizado: 15 de Dezembro de 2023 22:30
  • Limite: 6 estrofes
  • Convidados: Público (qualquer usuário pode participar)
  • Categoria: Triste
  • Visualizações: 24


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.