PROCURANDO-ME

Carlos Lucena

PROCURANDO - ME

Até hoje não descobri quem sou
Até hoje ando  procurando - me
E de tanto procurar-me
Ainda ando 
me procurando.
Ora vejo - me sorrindo
Ora vejo- me chorando
Recito versos que não escrevi
Poemas presos na garganta
São letras de canções 
que nunca ouvi.
Por isso, ando procurando-me 
E de tanto ser assim 
Vivo a procura 
de mim
Até que um dia 
eu não me procure mais, enfim.

  • Autor: Carlos (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 30 de agosto de 2023 15:35
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 8
  • Usuário favorito deste poema: willian rodrigues.


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.