Jose Kappel

Caminhando Entre Anjos

 

E que sejam doces os proventos das crianças que nos rodeiam; elas explodem em luzes que faz da pracinha um pirilampo incessante de cores.

Somos efuzivos, pois saudamos a vida com o licor do amor.

Debruamos nossos anseios em esperanças. Tornamos nossas angústias em pequenos empréstimos de dar e querer.

Se não é você, eu possuo. Se você tem, sou o senhor dos atos. Mas reconheço minha eterna fraqueza diante de sua força.

Você é duas numa só. Uma enorme e poderosa cascata de luzes que dizima os maus e parabeniza os bons com o sabor de sua presença, com o ardor de seus olhos, com seu feminino - dom de Deus - que a fez nascer uma pequena gigante, curadora de grandes dores.

Se faço parte da dor, espero sua chegada. E que ela seja breve.
Se faço parte da alegria, sou parte de você.

Quando você chega é a festa do céu chegando, acompanhada de anjos.
Quando você parte é tristeza minha e dos arcanjos!

  • Autor: Jose Kappel (Offline Offline)
  • Publicado: 18 de Março de 2023 10:05
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 15
  • Usuário favorito deste poema: SANTO VANDINHO.

Comentários2

  • Shmuel

    Uma caminhada angelical e poética!
    Adorei!
    Abraços!

  • SANTO VANDINHO

    linda e reflexiva poesia sobre esses Seres Angelical é para confirmar que somos Descendentes de Anjos seja Decaídos ou não ! Paz e Bem Poeta !



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.