ERALDO

VIAJANTE DO TEMPO.


VIAJANTE .
Somos viajante do tempo
somos folhas solta ao vento
deixamos sonhos,e corremos
atrás de sonhos.
Vivemos querendo e buscando
o que queremos, e as vezes
queremos tanto,que queremos
bem,queremos ir alem.
Deixamos bem o que queremos
bem,e deixamos,famílias amigos
e partimos não sei se é sina ou destino
sei que estou indo.
Ninguém desenhou minha história
mais sei que devo seguir
Deixando marcas,e levando
marcas.
Saudades a gente carrega
e aquela mala que o motorista
e o cobrador não cobra.
Mais e a mala que leva mais bagagens
e faz questão de ir dentro da gente.
Enquanto as outras vão em portas malas.
Essa mala levamos no coração
e vai cheia de saudades .
Partiu são Luís.

autor:
Eraldo Silva

Comentários1

  • Lucy

    Muito lindo!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.