outrolado

Nossa história


Aviso de ausência de outrolado
NO

Derick o amor da minha vida queria
Sempre amoroso, carinhoso, respeitoso, gostoso, todas as características mais lindas
Enfim… meu boiolinha.
Nos conhecemos na escola
Não havia muito assunto
Quando entrei na academia e seus olhos brilharam da noite pro dia.
Me chamou pra malhar junto
Depois disso o pensamento foi profundo
Se daríamos certo um com o outro
Se tornou minha melhor decisão
Estando com o coração aberto
O entreguei em suas mãos
Desistir desse amor nunca foi e nunca vai ser uma opção.
Não queríamos nada
Só olhares surgiram
E antes de percebermos falávamos de filhos
Dois filhos para amar e cuidar
Ele acha que primeiro irá ser menina
Eu diria que será a coisa mar linda da família
Independente de ser menino ou menina a ideia é a mesma.
O que queremos de verdade é casar
Vivendo a sonhar na confiança que vamos chegar onde devemos chegar
Tudo no seu tempo nos faz acreditar.
Ficamos famosos, mais nem se compara com nossa maior fã Layara
Menina do brilho no olhar
Gosta de falar
Isso que é de admirar.
Uma coisa é certa
Quero deixar meu princeso gordo, barbudo do cabelão
Pra ninguém prestar atenção
Por isso disse logo: - venha! você só é meu e da dona Madalena.
O coitado vive sofrendo com minha unha
Não tenho culpa é apenas uma fase
Por isso, termino o poema deixando esta frase:
Amor da minha vida
Vida do meu amor
Com essas palavras termino dizendo: - Passô, passô.

  • Autores: amorador (Pseudónimo
  • Visível: Todos os versos
  • Finalizado: 5 de Dezembro de 2022 13:30
  • Limite: 6 estrofes
  • Convidados: Amigos (usuários da sua lista de amigos podem participar)
  • Categoria: Amor
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema: Derick.

Comentários1

  • EVieira

    Pena que passou né;..abracos



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.