Lisemarie

Procurado! (Miniconto)

 

Procurado!

 

Pelas águas do rio Arno, e mesmo muito antes, no Nilo, já traficava amor em pequenas doses. Apenas o suficiente para viciar quem dele experimentasse...

Muitos sucumbiram ao êxtase da poderosa droga e tornaram-se dependentes ao ponto de nunca conseguirem a reabilitação. Afinal, não a desejavam mesmo.

Era tão indispensável que se adoeceria de terríveis males da frieza ou se padeceria horrivelmente de tristeza e solidão, caso não a conseguissem ou a recusassem. Assim sendo, o criminoso jamais foi denunciado pois ninguém queria correr o risco de ficar sem a sua dose.

Tal entorpecente causou estragos, destruiu vidas, mas, para quem o usou sabiamente, foi construtor de sonhos, edificante e arrebatadoramente acolhedor.

Entre os coniventes com o crime do meliante, havia um senso comum: bandido bom é o bandido amor.

 





(Imagem: Via Google)

  • Autor: Lisemarie (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 13 de Novembro de 2022 04:30
  • Comentário do autor sobre o poema: Droga irresistível... e absolutamente necessária! (..) para quem a usou sabiamente, foi construtora de sonhos, edificante e arrebatadoramente acolhedora.."
  • Categoria: Conto
  • Visualizações:
  • Usuário favorito deste poema:
  • Poesia, Eu Sou iamai.

Comentários1

  • Poesia, Eu Sou iamai

    Você manda muito bem. Que clareza de texto. Perfeito!
    Navegas pela poesia, contos... o que mais?

    Bravo, novamente Bravo!

    Bandido bom é o bandido amor.

    • Lisemarie

      Olá!
      Obrigada! Que bom que você gostou do Miniconto.
      "Navego" por onde a minha alma, curiosa, desejar navegar.
      São tantos caminhos a percorrer na Literatura... Gosto de Poesia, Contos, Crônicas...
      Enfim, pássaro livre, me ponho, por aí, a voar em palavras...

      Abraços!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.