Lisemarie

Dourada...

Dourada...


Do alto da colina distante
Meu olhar vagueia,
inconstante...
 


Me aprazem os sopros da brisa
que me abraçam, alisam e envolvem,
como edredons feitos de nuvem
 
Suas mãos afagam meu rosto
Seus lábios me roçam a testa


O coração pulula,

em festa...


 
E eis que uma bela e dourada aurora
me surrupia da noite morna,
do amor que o meu sono adorna,
adejando sonhos, eu e você... mundo afora



*

  • Autor: Lisemarie (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 12 de Novembro de 2022 13:54
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações:

Comentários4

  • Diva

    Bela poesia, poetisa.Parabéns!

    • Lisemarie

      Olá, Diva!
      Muito obrigada! 🙂

    • Poesia, Eu Sou iamai

      Do alto da colina distante
      Meu olhar vagueia,
      inconstante...

      Lindo!!!
      Quando se vê do alto a imensidão é um momento único.

      Bravo!
      Chapéu!!!

      • Lisemarie

        Obrigada, Poeta!
        Seja sempre bem-vindo! 🙂

      • Jorge Jacinto da Silva Jr.

        Belo! Parabéns!

        • Lisemarie

          Obrigada, Poeta!
          Me alegra que tenha gostado!
          Saudações!!!

        • Gustavo Cunha

          Lindo! Meus parabéns, Lise!



        Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.