SANTO VANDINHO

"DIABOS / DIABAS" (Vamos nessa Poetas e Poetisas, Poetar sobre esses Anjos Decaídos e seus Descendentes (NÓS e tudo mais nessa Dimensão) Paz e Bem


"Os Diabos / Diabas...
Fazem partes das Escrituras Sagradas ou Não...
E Quiçá os Escritores das Bíblias...
Sendo os Humanos e todas Espécies...
Dessa Dimensão (Quiçá Universal)...
Seus Descendentes...
Que Vivem a Si Amar e a Si Digladiar"
-------------------
PAZ E BEM


Deuses e semideuses,
Guerreando entre os mesmos,
Enviando criaturas horrendas,
Causando um pandemônio,
Me pergunto, se é viável chamá-los de deuses...
Ou demônios.
Entretanto, os humanos são tão cruéis quanto os mesmos.
Porém, o amor pode dissipar toda a escuridão deste mundo que aparentemente não existe solução.
-I$el-


Diabos e Diabas!
Quem disse que não existe?
Aqui na terra estão plantadas
Como ervas más semeadas
Para perturbar o povo incauto
Causar dor a humanidade
Em nome da ordem do progresso
Não faz nada certo, mas convence
Com discursos de bem e de verdade
Mas não faz nada do que prega.
( Leide Freitas)

  • Autores: SANTO VANDINHO (Pseudónimo, I$EL, LEIDE FREITAS
  • Visível: Todos os versos
  • Finalizado: 5 de Novembro de 2022 13:30
  • Limite: 15 días
  • Convidados: Amigos (usuários da sua lista de amigos podem participar)
  • Comentário do autor sobre o poema: Reflexão sobre nossos Ancestrais !
  • Categoria: Natureza
  • Visualizações:
  • Usuários favoritos deste poema:
  • SANTO VANDINHO, Vênus.


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.