Rosa_Solitária

Sozinha

Isso sempre acontece, 

Não ninguém entende,

Não não expresse, 

Não não chore,

Não não demonstre,

Não não deixe que a vejam por dentro, 

Isso sempre acontece.

Não, tranque esse monstro!

Não, não o deixe escapar,

Não, não deixe as feridas a mostra,

Não, não deixe transparecer sua angústia,

Não, não seja fraca,

Não, não me veja assim,

Porque, isso sempre acontece.

Não  não deixe ninguém ver,

Não, não suas feridas, mas seu sorriso,

Não, não tente brincar comigo!

Não, não fale!

Não, é só colocar a máscara.

Não, é só se isolar.

Não, é só manter eles longe do seu Eu.

Não, vc não quer ver.

Não vc não merece saber, 

Não, a fera que habita em mim,

Não, eu estou tentando manter o controle, mas já estou me cansando, 

Não, nada mais faz sentido,

Não, ninguém mais pode te escutar, 

Não, só apenas finja como sempre!

Não, ninguém quer ver isso, 

Pq isso sempre acontece.

  • Autor: Rosa_Solitária (Offline Offline)
  • Publicado: 26 de Agosto de 2022 23:16
  • Comentário do autor sobre o poema: Tem momentos em que vc se torna o seu próprio caçador, que luta todos os dias contras si mesmo e seus próprios demônios, apesar de tudo, sorri.
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações: 14

Comentários2

  • Vilmar Donizetti Pereira

    Parabéns pelo seu reflexivo poema. Seja bem vinda ao Blog. Um abraço, bom dia!

    • Rosa_Solitária

      Muito obrigada, por ter gostado!

    • Maria dorta

      Um bom poema onde a angústia do ser se exprime avassaladora. Bom début no site!

      • Rosa_Solitária

        Quando o ser tenta manter seus monstros sob controle, mas ele reconhece que precisa aceitar até as suas partes mais sombrias e inacessíveis que o constituem como alguém.



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.