José Ribeiro

Aquele Olhar


O olhar dela é fulminante...
Como um furacão...
Me destrói de súbito
Sem amparo ou consternação.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.