CRIS VALADA

AMANHECER

Ardente feitiço que num final

De dia com cheiro de noite,

Eu vejo teus olhos brilhando 

Como um enigma.

 

Então você se aproxima,

Como a noite me beija

Como o ar diz que me 

Ama

 

E na madrugada me incendeia

Feito raio me abandona 

Some como a noite

Num amanhecer



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.