Rosa Desirre

Quem dera

Quem dera que o ontem fosse hoje

E que seus olhos repousassem 

Para sempre em mim.

Quem dera os sonhos realizassem

E você voltasse a alegrar minhas manhãs.

Ah,quem dera você estivesse sempre aqui

Com aquele abraço que eu sempre desejei

Fazendo acontecer ao som da melodia.

Todo os beijos que guardei eu  te daria

Hoje mas queria que fosse pra sempre.

Jamais esqueço seu lindo olhar

Quando eu acordada fiquei embrulhada

No teu corpo ao entardecer

Transbordada de afagos e desejo.

Eu queria ser de ti um sonho realizado

Um amor desejado

Na beleza inigualável da vontade.

 Quisera eu que seus olhos de novo

Repousem em mim 

E me alegrasse nas horas 

Em que você tivesse que partir.

Quem dera as flores nunca murchassem.

Quem dera que você nunca me deixasse

E ficasse por aqui fazendo poesias

Na calma do por do sol,sem pressa de ir

Descansando os meus olhos nos teus

Sem perguntas e respostas

Quem dera que o som do meu coração 

Te chegue e assim  você se lembre de mim.

 

*Rosa Desirre

 

 

 

 

 

 

 

Comentários3

  • Flor Luz

    Que lindo, Rosa Desirre! Amei a fotografia também. Belíssima!

    • Rosa Desirre

      Flor luz muito obrigada
      Que bom que gostou
      Tenha um bom dia!
      Abraços.

    • Maria dorta

      Mesmo em um tom nostálgico, o poema transuda amor reprimido e o anseio pelo retorno. Bela composição poética. Aplausos!

      • Rosa Desirre

        Maria Dorta sua visão é perfeita.
        Agradeço os aplausos se você aplaudio é porque ficou bom mesmo pois você é uma boa crítica.
        Tenha um bom dia
        e um ótimo fim de semana.

      • Shmuel

        ..."Quem dera que o som do meu coração
        Te chegue"...

        ..."E que seus olhos repousassem
        Para sempre em mim"...

        Simplesmente lindo! Coisas românticas de Rosa Desirré.
        Abraços!



      Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.