Sandro Paschoal Nogueira

CORPOS

#CORPOS

Vendido aos ventos da tarde...
Aguardando antes que a noite semeie as estrelas...
Se alguma dor me fere...
É em ti que encontro abrigo...

Nebulosos anos sem sentido...
Vivendo e aprendendo amar...
Hoje a ti me entrego...
És um sonho...
Estou a sonhar...

Venho de dentro de mim...
E em busca sem fim...
Me dou a permissão de estar aqui...

Pobre de meus olhos cativos...
Meu coração a ti entrego algemado...
Outrora vagando perdido...
Em vasto deserto...
Só e abandonado...

Murmúrios de queixumes...
Desejo de amor comprimido...
Num quarto já não mais vazio...
Rasgando nossos lençóis de linho...

E o aroma que exala pelo espaço...
Tem delírios de gozo e cansaço...
Corpos incendiados pelos pecados...
Você em mim...
Eu em seus braços...

Paschoal Nogueira 

facebook.com/conservatoria.poemas



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.