Kris Rô

Noites frias


Noites frias
Calor aqui dentro
Debaixo do cobertor
Eu você ,fogo, sentimento
Aqui o suor nos aquece
Ardente paixão que floresce
Não há  culpa  nem rancor
Quando o assunto é amor...


"Noites frias, longa demais...
Menino chorando, procurando paz
Sentindo dores, ninguém se importa
Dormes Diabos...
Brincastes o dia todo...
Mas com que brinquedo.
Choro cortado, soluços fraquinhos
Menino se cala e se prepara...
Se não morrer, vai enfrentar sem muito prazer
A vida malvada que vão lhe oferecer...
E quando crescer, compreenderá...
Que mesmo na dor a migalhas de amor"
---------------
PAZ E BEM


Noites frias solidão
A realidade desperta em minha
Mente
Mas feliz estou!!!
Quero a bonança
De voltar a ser criança
Só um pouquinho mais...
Correr nos campos afora
Onde a memórias me fazem voar
Voar no céu infinito , bonito e com
O raiar do sol!
Daí chega a noitinha
Com noites frias
A me acalentar
E o amor me acochega
Perto de meus pais!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.