SucoDeLaranja

O Mar e seu amor pela Lua

 

Ah! Tão grande Lua,

Penso em você todos os dias.

Quando sua resta me toca na água,

Me vem logo a nostalgia.

 

Sou aquele que o vento leva,

Que cria várias ondinhas.

Eu sou, o Mar um tolo, bobo, apaixonado, por sua Luazinha.

 

Meus olhos são tão tristes,

Em apenas imaginar.

Que se um dia fosse possível, 

Eu poderia te tocar.

 

Como um sentinela no seu leito,

Com todo sincero respeito.

Ah! Tão grande Lua,

Me deixe sonhar.

Comentários2

  • SucoDeLaranja

    Um bagulho doido que surge do além "___"

  • Maria dorta

    Todo amor vale a pena. Chamar a atenção pela arte poética faz bem. Mas,ame_ se tbem.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.