Nilma Lima

Rejeicao e preconceito

A paz esta esquecida, nos corredores de eternos conflitos, onde o orgulho e preconceito predominam ; onde o grito e calado, ou comprado.

Os direitos como os bancos saqueados, 

No relento e lagado, e sempre rejeitado, palperrimo coitado , tudo,tudo: lhes e tirado.

Sem o socorro da justica, esse nao tem vez, e nem voz.

Se e preto ; e pobre, e bandido... acusado e agredido.

Se e branco, e rico !

Se e preto, e pobre !

Se e branco, e gente...

Se e negro, e indigente!

Que sociedade e essa, que diz proteger a igualdade?

O que dizer de: raca, cor ou  identidade de genero?

Pessoas perdem a vida, e varias oportunidades, por atitudes maleficas de pessoas preconceituosas e injustas, todos os dias. Na maioria dos casos, nada e feito em forma de solidariedade.

O cidadao de bem, continua tentando resgatar sua dignidade.

Todos os caminhos nos levam a algum lugar: seja ele, bem ou mal....

 

  • Autor: Nilma Lima (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 4 de Junho de 2022 21:47
  • Categoria: Reflex√£o
  • Visualizações: 11


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.