JOHNNY11

Amar para errar

Há muitas formas de amar,
Há muitas formas de sofrer,
A minha acabou por me tramar,
A questionar-me qual a razão de viver

Estamos sempre a tempo,
De levantar a cabeça
, Aprender com os erros,
Usando a nossa massa cinzenta

Se não aprendo à primeira,
Faço as coisas de outra maneira,
Pergunto ao meu coração

Serei eu o culpado,
Por estar apaixonado,
Por alguém que não ouve a mesma canção?



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.