PB Almeida

Me Chame Pelo Seu Nome



Me amasse, como se eu fosse massa

Me dobre

Me transforme

Me chame pelo seu nome

 

Eu gosto assim, quando chega sorrateiro

Como um gato emancipado que escolhe o seu dono

E faz dos seus os meus desejos

E me deixa sonhar enquanto dorme

 

Porque seu sorriso se tornou o meu

Com meus olhos procuro os seus

Já não pergunto mais por que é assim

Não tenho mais dúvidas nem certezas

Apenas me doou a sua beleza

 

Me deixo ser a fome que você come

O caminho que você trilha, 

Teu lar, tua armadilha

 

Me ame, sussurro

Me ame, imploro

Me ame

Me chame

Me dome

Seja a chama que me consome

Me console

Me chame pelo seu nome.



  • Autor: PB Almeida (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 25 de Abril de 2022 19:15
  • Categoria: Amor
  • Visualizações:

Comentários1

  • Shmuel

    Muito bom mesmo, PB Almeida, adorei!
    Beijos!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.