Daiana Ferreira

Sofrido

Você pode ver,

Eu vejo, todos vem.

Meu olhar é de dor e desespero,

Procuro o amor e carinho que nunca tive.

Quero saber como posso viver feliz,

Sem sofrer nessas linhas do meu presente.

Espero que meu futuro seja feliz,

Pois não me vejo mais assim,

Com esse olhar doloroso e magoado,

Na junção de nossos abraços.

               D.F

 



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.