NA DÚVIDA, PEÇA PERDÃO.

Juca Santos


Aviso de ausência de Juca Santos
NO

Eu refletindo outro dia,
Resolvi me perguntar:
O que fizeste até hoje,
No teu viver singular?
Fizeste algo importante?
Algo bom, interessante?
Que alguém possa aproveitar?


Não respondi ao meu eu...
Fui buscando um pensamento.
Sentei num canto sozinho,
Ali fiquei ao relento
Naquela intranquilidade,
Querendo ouvir a verdade
Então, perguntei ao vento.

E o vento me soprava
Tudo de bom que tem feito:
Eu sou pra terra um calmante,
Do oceano o efeito,
Do transporte sou o guia
Sou fonte de energia
Que o mundo tira proveito.

Porém eu não sou perfeito,
Disse o vento meu irmão.
Se eu soprar forte demais,
Ou mudar a direção,
Posso causar tempestade,
Arrasar vila, cidade
Trazer a destruição. 

 

Eu não fiquei satisfeito
Busquei outro desafio.
Sai dali, fui andando...
Horas e horas a fio
Pensei em outra proposta
Querendo melhor resposta
Eu fui perguntar ao rio.

Sentei a margem e fiquei
Da cascata ouvindo o som,
Admirando a beleza,
Naquele solo marrom
Sem sentir calor, ou frio
Então perguntei ao rio,
O que fizeste de bom?

Uma voz forte me disse:
Eu fertilizei o chão,
Fiz surgir grandes riquezas,
Sustentei embarcação,
Admiti sua rede
Matei a fome e a sede
De toda população.

Nesse momento, um trovão!
Disse: Calma, por favor!
Já aumentei suas águas,
Já lhe deixei com furor,
Seu leito foi saturado
E você foi transformado
Em grande destruidor.

O tempo havia passado...
Vi que não era mais dia.
Então perguntei a noite
Se algo de bom traria
Qual seria seu segredo
Pra transmitir tanto medo
Que virtude então teria?

Mas, foi dessa escuridão
Que a verdade pude ouvir.
Me disse: sou uma parte
Do dia que vai surgir
Metade do planisfério
Descansa no meu mistério
Esperando o dia vir.

Ela ainda esclareceu:
Todo homem é como o dia...
Tem a luz, que representa
A sua sabedoria
E como a noite "arrepiante"
Tem um lado ignorante,
Escuro, cego de guia.

Então fiquei mais tranquilo,
Todo homem é assim.
Possui um lado que é bom,
Outro lado é ruim
Se fiz o mal a alguém,
Pra muitos já fiz o bem,
Deus! Tenha pena de mim.


O importante é saber
De tudo tirar lição,
Se um dia te magoei,
Sei que foi sem intenção,
Por isso com muito amor
Envio a cada leitor
Meu pedido de perdão.

Comentários3

  • Dr. Francisco Mello

    Mas bah, poeta. Parabéns. Um poema em septilha, bueno barbaridade. Conteúdo nota 10. Métrica irretocável. Perfeição na rima. Dou força, tchê. Baita abraço.

    • Juca Santos

      Muito obrigado Dr! Um abraço.

    • Shmuel

      Estou com o Dr, um primor de texto! Adorei até favoritei.
      Abraços!

      • Juca Santos

        Muito obrigado Shmuel! Sou muito grato a vocês.

      • Geralda Maria Pinheiro Figueiredo Pithon

        Baita poema, poeta...arrepiei...e me tocou profundamente esse verso:

        "O importante é saber
        De tudo tirar lição,
        Se um dia te magoei,
        Sei que foi sem intenção,
        Por isso com muito amor
        Envio a cada leitor
        Meu pedido de perdão."

        Bravissimo!

        Bom domingo!

        • Juca Santos

          Muito obrigado Geralda! Que bom que gostou. Nada é mais gratificante do que saber que nossos escritos estão sendo lidos. Escrevo sempre tentando colocar sentimento em minhas poesias e o perdão é um dos meus exercícios para melhorar como ser humano. A gratidão também! Estou feliz que gostou e muito agradecido. Um abraço.

          • Geralda Maria Pinheiro Figueiredo Pithon

            Muito bom, poeta o perdão é realmente o refrigério pra alma, estou em aprendizado tbm, seu POEMA me tocou muito!

            Aguardando o próximo, versejar!
            Obrigado pela partilha!

            Gratidão!



          Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.