JOHNNY11

Nada me abala



Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Deixa apenas uma pequena ferida
Uma pequena ferida na minha alma

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Ela só me dá mais força e energia
Para pôr a fasquia bem alta

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Já perdi tudo na minha vida
O que mais me falta?

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Se eu te vir ao virar da esquina
Eu vou passar por ti na maior das calmas

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Não mata não, ela ensina
A não guardar rancor nem mágoa

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Que não é por morrer uma andorinha
Que acaba a primavera

Eu sou prova viva
Que deceção não mata
Que um barco à deriva
Comparado com ela não é nada

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Que mesmo não tendo jeito para a escrita
Tenho sempre o dom da palavra

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Vivi uma grande mentira
Mas meu coração ainda salta

Eu sou prova viva
Que decepção não mata
Oh desculpa querida
Se já nada vindo de ti me abala

 

 



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.