LUA

Ivan

LUA

 

 

Magistralmente magnífica,

Esbelta na cor e no pecado,

Suas fases são do alto estrelado

Em sua claridade de noite encíclica.

 

Sob sua luz há desvairados amantes

Que trocam luxuriantes carícias...

Embora preocupados com as milícias,

Amam-se abertamente como d’antes.

 

Sobre as águas dos oceanos é linda

E traz a brancura do lírio, bem-vinda

Aos olhares que viçam amor eterno...

 

Íntima das estrelas e esposa do Sol,

Fecunda delícias na aurora e no arrebol,

Satélite único de um planeta hodierno!

 

 

DE  Ivan de Oliveira Melo

 

  • Autor: Ivan (Pseudónimo (Offline Offline)
  • Publicado: 6 de janeiro de 2022 11:22
  • Categoria: Não classificado
  • Visualizações: 12

Comentários1

  • Lara Machado

    Lindo poema! Mas eu acho que ela é separada do sol porém se encontram nos eclipses para reviver os bons tempos ....

    • Ivan

      Obrigado pelo comentário, Lara. Abraços!



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.