P.Gabriel

Eu, depois de você...

O nosso "para sempre" só durou 3 meses. 

 

Mas foi suficiente para destruir cada restinho de sanidade mental, que eu tinha.

 

Eu me esforcei tanto... Pra que desse certo, tanto... e eu queria tanto que fosse você, até entender que você... 

 

Você só queria um passatempo. E foi aí que eu entendi que gostar, não é o suficiente para ficar com alguém. 

 

Sinceramente, toda vez que eu lembro de você me pedindo desculpas, me dá uma vontade tão grande de gritar e tirar do meu peito tudo que dói.

 

Nós... não fomos só carona, na vida um do outro, nós pagamos passagens para o mesmo ônibus. E quando você não escolheu senta-se do meu lado, aquela cadeira vazia se igualou ao meu coração partido.

 

Zé Neto e Cristiano idealizaram muito mal aquela música ou talvez só não fosse pra mim. Você ainda é a minha notificação preferida, por mais que me doa bastante (admitir isso) e que... eu diga pra todo mundo que não é mais.

 

Eu ainda tenho arritmia quando sei que posso ter encontrar em alguma festa ou na casa de algum amigo nosso ou toda vez que eu receber alguma mensagem e tenho medo de que seja sua, pedindo pra que eu fique, por mais algum tempo, mas adivinha? Nunca é!

 

Talvez eu tenha que aceitar que nós nunca mais iremos frequentar a cama, um do outro, e nem beberemos na mesma mesa ou ficaremos juntos no cinema. Mas eu não aguento mais ter esperança.

 

Isso me consome de uma forma que eu não consigo nem te explicar. Eu tenho tanta raiva quando lembro de todas as promessas, todas as juras que você me fez e me afastou como se não tivesse... como se não tivesse nada!

 

Não adiantou porra nenhuma jogar a culpa para cima de mim. Me culpa por toda distância, que você colocou entre nós dois, e me fazer de stand by da sua história com quem quer que seja.

 

Toda minha raiva é por eu ainda querer que você me quisesse, mesmo depois de tudo o que me fez passar. E quantas vezes eu entrei na galeria do meu celular para apagar nossas fotos, só para não ter mais lembranças suas... e quando notei que não teria mais fotos nossas mais, aí eu chorei... Chorei de saudades.

 

E no resumo da história, EU SÓ TENHO RAIVA DE MIM!

 

Eu, que sempre soube ser só, me vi faltando um pedaço quando te procurei e não achei. 

 

Mas eu vou... me recompor e tenho certeza de que quando os teus amigos te fizerem lembrar de mim, e eles vão, você vai lembrar com saudades.

Comentários2

  • Shmuel

    Quem sabe o jogo virá! Mas s um poema forte e direto ao ponto.
    Bom dia poeta!

  • Maria dorta

    Lágrimas de um coração ferido,só o tempo enxuga. Vai passar,poeta. Tudo passa e fica como lição na nossa história. Pelo menos,rendeu_ lhe um poema!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.