Janderson Shady

Apenas mais um dia de luto amoroso

Ligo o telefone, vejo fotos, tento te alcançar. Você se foi.
Sei que está seguindo em frente, eu que estou tendo dificuldade aqui.
Você que rompeu, então claramente é mais fácil para você não é?
Memórias surgem e divago por horas.
"Isso não vai me levar a lugar algum", penso.
Foda-se o Natal e Ano novo, foda-se o carnaval.
Estou um trapo.
Não te ligarei, Não enviarei mensagens, você sabe.
Mas não fiz porra nenhuma para merecer passar por isso.
Por que  lembro de você em tudo que faço e vejo?
Por que procuro você em outras mulheres?
Quantos poemas como este vou escrever para amenizar este sofrimento?
Negação?Raiva?Barganha?Depressão?Dane-se a ordem, todas elas estão aqui.
Um gole para as memórias.
Um gole para a dor.
Preciso lidar com o fato que você nunca voltará.
Fecharei-me por tempo indeterminado.
Focarei em minha vida e em mim mesmo.
Droga! Acho que estou alucinando.
Vejo Jesus e ele diz "Calma filho meu tu não morrerás sozinho, estou aqui".



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.