Conrado Kunimund Wutke

Infinito


Aviso de ausência de Conrado Kunimund Wutke
NO

Nuvens me levam ao infinito...
Em meio a estrelas soltas no céu...
Cometas rodeiam minha alma...
Num templo entre incensos e ritos estranhos...
Frascos de perfumes amadeirados...
Derramados sobre meu coração aflito...
Em meio a sonhos e gritos...



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.