wesley santos rabelo

ENCONTROS DO DESTINO..


Aviso de ausência de wesley santos rabelo
NO

Conheci uma mulher de sonhos dourados..
Que usa joias em seus centilantes olhos
Olhos verdes estes, que parecem ser caminhos para sua alma..
Esmeraldas poéticas, Rios fluentes, onde me afoguei em esperança...

Ela veio galopando em seu cavalo de fogo....
Era como olhar a própria  lua descendo em seu vestido de prata...
Numa carroagem no meio do OUTONO
Criando versos no meio das folhagens, amarelos vermelhos e castanhos...

Gosto de como aqueles olhos me observam, quando desvio o olhar..
Mulher de pureza, de sorriso leve e encantador
Menina Mulher meiga e atenciosa.
Que não consigo parar de olhar.

A medida que sentia o coração dela 
O mar em teus olhos se abriam para mim.
Nos teleportando para a onde a vida começa..
Ao pôr do sol assistimos a noite nos abraçar.
Um segredo que somente você  conhecia...
(Floripa na praia da Joaquina..)
WSR

Comentários1

  • Edla Marinho

    Lindo poetar!
    "
    Era como olhar a própria lua descendo em seu vestido de prata..."
    Muito bom!
    Feliz dia, meu abraço!

    • wesley santos rabelo

      oi Edla tudo bem com vc amadinha?
      poxa hj é o dia do abraço?
      eu n sabia, se n teria feito algo para esse dia..
      mas sinta-se abraçado por mim..
      obrigado pela linda visista tbm
      bjs



    Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.