Avelino

Lembranças dela

Neste dormir me envolvo,

E neste sonho, retratos,

Nem mesmo sombras se fazem 

E se desfazem, se existem,

Nos sonhos em que não te acho.

 

Talvez lembrança ou fantasia 

Dessas surgidas do nada,  ou vazio,

Do longo sonhar, bem tardio,

Da  vida recém nascidos,

Ao que trouxestes contigo.

Longos lembrares, longos,

São os cortes deixados,

 

Junto retalhos, bem muitos,

E como não te encontro,

No mesmo dormir não me envolvo,

Por que também não me acho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Autor: Avelino (Offline Offline)
  • Publicado: 18 de Setembro de 2021 20:46
  • Categoria: Reflexão
  • Visualizações: 8


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.