Poeta de copo, vazio

Schopenhauer

Qual o motivo de não fazer sentido?
espera não estou me referindo ao seu umbigo
permita-me desdenhar de fatos mal citados
pois normalmente eles não falam mais do que o necessário.
Me intitulando um perigoso
se as palavras forem meu tira gosto
pois tu como eu sabes que a vida não tem retorno
e sabemos mais ainda que logo morreremos
sem sarcasmo e sem um orgasmo
sequer viveríamos de modo a ser falhos
mal amados ou talvez grandes fracassados
possivelmente a mente descrente de ser
seja sempre a falta de competência que a memória tende a ter.

Comentários3

  • Zaira Belintani

    Poeta, seu copo transborda de poseia!
    Espero que continue assim, servindo poemas ao mundo.
    Abraços!

  • bunduda

    maravilhoso

  • Jose Altofe Queirolo

    Aproveitando o ensejo para citar Schopenhauer - "As pessoas comuns se preocupam apenas em passar o tempo. As que têm talento em utilizá-lo". Parabéns, tens utilizado bem teu tempo em prol de teu talento. Abs.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.