santidarko

As manifestas realidades, vindas das insólitas máscaras de nébulas descritas nos múrmures de sonhos hostis




Na imensidade de vitrines-espelhos pela cidade----fitadas nos meus caminhares de tardes e noites,
...há tantas..., "realidade sobrepostas"das quais eu anseio transpassar;

---ás realidades, a mim depostas---

Vivo na vastidão"da caverna de Platão";
...A catedral-aurorial do nobre cintilo-emocional!

Talvez,
esses límpidos versos rasgados em meus fracassados esboços,
...sorrisos caídos ,
evaporem e,
tragam a nascente mágoa-nostálgica;

as nuvens de brumas que toldam meus adoços.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.