ma <3

Apodrecida

vivemos em um mundo de farsa, usamos mascaras desde de que começamos a entende-lo

porque quando crescemos aprendemos, que ser você mesmo pode ser um erro

então você respira fundo e coloca sua mascara, alguns lidam bem com isso, outros não.

Essa mascara está a tanto tempo encobrindo meu ser que morri sufocada.

Tenho medo de passar na rua e sentirem cheiro de podridão que exala de minha alma 

Será que o estragado ainda tem esperança ? estou estragada.

O mundo me apodreceu, o oxigênio se tornou meu maior veneno e oponente

alguns são fortes e tem a coragem e audácia de tirarem suas mascaras e simplesmente respirar, e sentir prazer nisso.

Que pena eu ter me perdido tão depressa, morri tão jovem uma alma que um dia foi tão bonita. 

declaro meu ódio pelo mundo, mas não pelo universo, porque o universo pertence aqueles que tiram as mascaras, aqueles rebeldes o suficiente para ser o salvador de sua própria história 

enquanto o mundo aprisiona aqueles que acabam sendo fracos de mais. 

- a todos aqueles que ousam tiraram suas mascarás

ass: mars 

Comentários1



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.