JH Radtke

Escuridão


As luzes estao la fora
E quem disse que eu quero sair?
Mesmo na escuridao ainda consigo ver
O que necessariamente importa
E ainda assim muitos dos que estao la fora
Nao enxergam o que necessariamente precisam
E se eu fosse la? Iria ser pior
As palavras os olhares
De pessoas que jamais entenderam o que é ser verdadeiramente você mesmo
E essas pessoas vao dizer que voce esta fazendo drama pra chamar atençao
Sem saber que na verdade tudo o que voce quer é ficar em silencio sozinha na escuridão

Comentários1

  • nao conheco palavras

    belo poema.
    as luzes estão aqui dentro, não somente lá fora, muitas ruas estão apagadas implorando por alguém que possa acendê-las, não por que esse alguém consiga ver na escuridão , mas por que o mesmo precisa andar nas ruas para que possa entender que, oque estava vendo eram paredes pintadas de preto e sem janelas e não a escuridão que tanto o fascinava, ao menos nesse espaço sem janelas ainda resta uma porta que transmiti um pouco da verdadeira escuridão que se espalha pelas ruas, ,mas nessas frias paredes ainda resta um botão que ao ligar pode não só brilhar nessas paredes escuras como acender as ruas que tanto imploravam pela luz.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.