Paulo Roberto Varuzza

Procurando por ela


Aviso de ausência de Paulo Roberto Varuzza
NO

Depois de entrar no meu coração o adeus dela,

Com saudade dela,

Eu a procurei em muitos lugares,

Onde eu imaginava que ela estaria,

Podia ser que um dia eu a visse

Eu a procurei atrás do retrato dela,

Iluminado pela luz que invadia o meu quarto

Pela janela,

Por isso eu pus o retrato dela

Para ser iluminado só pela luz de uma arandela,

Que meu coração acendia

Quando pensava nela,

Mas ela não estava lá;

Eu a procurei na praia,

Onde seus pés banharam-se de areia,

Pois ela não gostava de sol nem de mar,

Muito menos de amar,

Mas ela não estava lá;

Eu a procurei na rua

Perto da casa dela,

Mas ela não estava lá;

Eu a procurei nos meus sonhos,

Que sonhavam com ela

Todas as noites de lua,

Mas ela não estava lá.

Cansado de procurá-la

Sem a encontrar,

Eu consultei o meu coração

Para ele me dizer onde a procurar,

E foi dura a dura resposta dele,

Que eu não a veria mais por perto,

Mesmo assim, recomecei a procura

E subi num bonde

E só desci dele no fim do mundo

Aí, nesse lugar incerto,

Eu a procurei ainda mais uma vez,

Mas ela não estava lá,

Então, repentinamente, a minha memória disse-me:

Fique, infelizmente, apenas com o retrato dela

E acenda perto dele uma vela,

Com o calor da chama

Talvez ele sorrisse para ela,

Como ela sorriu para ele

E me disse adeus.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.