Bird

Monstro?

Tens um monstro no quarto,

na sala e no banheiro.

Estás sempre ao espelho...

Tens olhos grandes e assustados,

tristes e amedrontados.

Imitando-me nunca diz nada,

ou não o escuto...

Grita,bate,chora e implora,

mas sua mente nunca aflora.

Pergunto-lhes...

És de dar pena?

És de dar raiva?

És na verdade muito familiar...



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.