thaismcesar

Dualidade


Por vários momentos
Me perco nos sentimentos
Onde encontro o manual?
O dilema é sempre igual
Entre mente e coração
Entre emoção e razão


Por vários momentos
Me perco em pensamentos
Onde encontro um sinal?
A dúvida é real
Entre dúvidas e frustrações
Entre desejos e emoções


Mente ou coração?
De que lado ficar?
Eterna é a dúvida
Na hora da decisão
Há que se encontrar
O Ponto de equilíbrio.



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.