Ricardo Magro

Há quem

Há quem tem algo pra dizer
E há quem pouco ou nada tem
Quem podia, nada quer fazer
E quem devia, nao se contem

Há quem as ordens grite
E há quem tenha a voz gasta
Quem as dita nao as sente
E quem é mudo cai em desgraça



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.