marciobar

CELA

Pouco importa a porta aberta

Se o coração se fecha

Tranca-se por inteiro

Sem restar uma só brecha

Pra ganhar um paradeiro

Prisioneiro sem cela

A liberdade cancela

No momento derradeiro.

 

Márcio Barbosa

 

IG : @marciobar07



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.