Leandro Hungria Dias

Sonhos


Um homem sem sonhos não e nada


Mas o que é o nada sem homens que sonham?



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.