jose clemente

Noite Sombria


Noite sombria
Noite sombria
Os homens do brio suas espadas afiam
O frio na pele arrepia
Ruas desertas , noite vazia
Os homens de bem dormem
Os malignos na escuridão as leis infligem
Em contra ponto os homens do brio
A noite inteira , atalaias, vigiam
É o duelo do bem contra o mal
De anjos e demônios
A madrugada é a parte mais sombria
Os maus como cães uivam
Como rasga mortalha , pássaro que assusta
Suas ações podem matar ...
O relógio avisa que logo amanhecera
E o sol esplêndido desponta
Mostrando que a luz venceu mais um dia.
CLEMENTE / CANTUARIA


"Noite é o Dia...
Para o descanso do Dia...
Que o Sol Iluminou para tirar o pavor...
Da Escuridão que apesar de nos dar o descanso...
Nos faz pensar que dar Escuridão não somos...
Pelo medo que nos faz"
PAZ E BEM
__________



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.