Net 7 Mares

BURACOS NO CORAÇÃO

 

BURACOS NO CORAÇÃO
                                Net 7 Mares
 
Ah, meu pobre coração!
Nem com isso mais parece...
Tem lanhos de sobe e desce,
Buracos em cima e em baixo,
Que até os dedos da mão,
Com folga, neles encaixo...
Y
Dos buracos que padece
De tanto amor dado em vão,
Há um só que me aborrece,
E que a alma não esquece,
Pois, de amor, foi feito não...
Foi de dissimulação.
 
@@@@@@@


Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.