santidarko

Alucinações em degustação

Os tédios,domesticamente alimentados;
sob um festim de delírios curados,
...sob um posto Sol.
que não acalentara descrentes,
...em seu cândido lençol



Brasões,expurgados,diante ao enunciar de novas vãs filosofias,
em degustados, textos favos de idolatrias,
prestes,a arquitetar novas e, fabricadas idôneas,


...o vir de escravos ,sob  insânias espontâneas.


A mesa e o banquete do alarde,
á espera de fantasmas abismados,
pela amargurosa chance perdida;

 


...desprendida.


A estrada torta na visão

                             ,devido ao seu clarão ;

                        ...da Cintilante Estrela maior,causa aos olhos,o focar da                          saudade                              e   seu reverdeça;
...que ao meu Eu;

eu nunca me esqueça!

 

nunca me esqueça!



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.