Danilo (EXILADO)

Metanoia


Aviso de ausência de Danilo (EXILADO)
Este usuário não participa mais do site.

Por que vagar em podres senescências
Humanas, de ilusões apetecidas
Enquanto vêm a ti tais consequências
Das ilusões faladas e sentidas?
Por que viver em velho devaneio
De coisas tão fugazes e supérfluas
Se por amar da morte o amargo seio
Rebelam-se as ações antigas, réfluas?


Noites tão escuras, é só breu!
Doutrora luz nenhuma me alcançou.
Cato felicidade mas sofro igual Orfeu.
Eco do passado que dita o que sou!
É vida não vivida,
Estou no tempo de despedida.
Perambulando com a alma fria,
Nuâncias de quem jazia.


"METANOIA"
"Todos Seres Universais, passam por esse Fenômeno!
Até a própria Origem Universal passou!
Pois, dentre tantas fases...
A metanoia é também, uma aprendizagem de algo!
Sem contar, a transformação Espiritual do Ser!
Então:
- Atire a primeira pedra, quem não sofreu de...
Metanoia na Vida"
PAZ E BEM



Para poder comentar e avaliar este poema, deve estar registrado. Registrar aqui ou se você já está registrado, login aqui.