//meuladopoetico.com/

Maria dorta

Desrazao do Amor

Queres saber porque...sem razão.

De repente,esta noite fiz cara feia.

Olhando_ te,lembrei antiga aflição:

Meus ciúmes,vendo tuas pernas sem meias!

Aquele vestido curto,mostrava tua beleza.

Eu,resoluto disse: _ com este vestido não vás!

Tremia de medo de perder-te para outro rapaz!

Imaturo,temia ser passado para trás!

Hoje,mais maduro, penso nos antigos tormentos.

Os ciúmes já não me torturam os momentos.

Tento recuperar,daqueles dias,o encanto.

Até as flores que te dava, secaram a um canto!

E,agora, às vezes depois de nossos beijos.

Não sentes o mesmo latejo dos desejos.

Reclamas que,do amor,só restaram sobejos!

Maria Dorta.  1_07_2023