//meuladopoetico.com/

Ema Machado

├╣ltimo Poema...

O último poema...

 

Queria pincelar em ti, todas as nuances

Ser exímio artista, dar-te em essência, todos os sentidos

Mas, na alma o olhar, da poesia se esconde

Hoje nado em mar sombrio, sou o ser perdido

A noite passada, nem vi estrelas... pensava sonhar, e nada...

A lua, detrás das nuvens se escondeu

A poesia silenciou na alma cansada...

Pincelo em ti dores, quando apenas queria, dar-te cores

O sol nasceu devagarinho, parecia sentir minha triste aura

Permaneci aqui, passarinho no ninho

Esquecendo-me, das dores e das horas...

Porém, o sol não se conteve, entrou pelas frestas da cortina

Pude ouvi-lo dizer eufórico: “ Desperta, menina!

De repente, um pensamento me ocorre... não vivi tudo ainda...

Então a alma se solta...O sol cobra, há tanta vida lá fora!

Viver é assim, tela de amor e poesia...

Na dor, pincela-se cores de melancolia

Se há alegria, a tela se faz plena, a vida, parece pequena

A poesia tem aromas, nuances de felicidade

Se for este, meu último poema, saberão

Vivi a poesia, e nem fui poeta de verdade...

 Ema Machado 10/04/2021