//meuladopoetico.com/

Edla Marinho

TUAS LÁGRIMAS

 

Em teu olhar eu vi...
Desenhando um caminho
Morrendo em tua boca
Salgando o paladar...

De tuas fontes, caíram
Sem poder parar, rolaram
Enquanto tua alma sofria
Tentando disfarçar...

Eu as vi, sorvidas lentamente...
Não as puderam rejeitar, teus lábios
Solidários ao teu olhar
Tentando engolir o sofrimento...

Em teu olhar eu as vi...
De longe, as vi, banhando  tua alma
Quisera não mais vê-las
Não mais ver-te assim...

Quisera estancar esse rio...
Sorver com um beijo tuas lágrimas
Meus lábios como condão
Transformando choro em sorriso...

Edla Marinho
12/06/2014